Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Agronegócios
13/01/2020 11:01h

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho registrou aumento de 0,12% e é negociada a R$ 51,56

Baixar áudio

A saca de 60 quilos do café arábica começou a segunda-feira (13) com aumento de 0,80% no preço e é vendida a R$ 502,57 na cidade de São Paulo. O café robusta apresentou redução de 0,40% no valor e a saca é comercializada a R$ 301,30 para retirada no Espírito Santo.

Créditos: ARB Mais

O açúcar cristal apresentou desvalorização de 0,50% e o produto é vendido a R$ 72,17 em São Paulo. Já em Santos, no litoral paulista, o valor da saca de 50 quilos, sem impostos, cresceu 0,59% e a mercadoria é comercializada a R$ 71,34.

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho registrou aumento de 0,12% e é negociada a R$ 51,56. Em Campinas, em São Paulo, o produto teve valorização de 0,96% e a saca é comercializada a R$ 50,59. Em Cascavel, no Paraná, o preço é R$ 44,50. Em Rondonópolis, no Mato Grosso, o produto é vendido a R$ 40. Em Barreiras, na Bahia, o preço à vista é R$ 49. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Copiar o texto
Agronegócios
13/01/2020 10:53h

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial caiu 1,63% e o produto é negociado a R$ 9,64

Baixar áudio

A cotação da arroba do boi gordo começou a segunda-feira (13) com queda de 1,11% no preço e o produto é negociado a R$ 196,25 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 180. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 199.

Créditos: ARB Mais

 

O preço do quilo do frango congelado diminuiu 0,73% e o produto é vendido a R$ 5,43. O preço do frango resfriado cresceu 0,19% e a mercadoria é comercializada a R$ 5,39.

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial caiu 1,63% e o produto é negociado a R$ 9,64. Em Minas Gerais, o suíno vivo é vendido a R$ 6,40. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 5,85. Os valores são do Canal Rural e Cepea

Copiar o texto
Economia
10/01/2020 15:26h

Crescimento de 1,15% no mês de dezembro teve influência direta nas altas dos preços das carnes e combustíveis

Baixar áudio

A inflação oficial fechou o ano de 2019 com alta de 4,13%, foi o que divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística nesta sexta-feira (10). O resultado superou os 3,75% observados em 2018. O resultado foi divulgado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Com essa alta, a taxa superou a meta estabelecida pelo Banco Central para o ano, que era de 4,25%.

Para o mês de dezembro o resultado foi de uma alta de 1,15%, acima do crescimento de 0,51% registrados em novembro. Esse resultado é o de maior variação mensal desde dezembro de 2002. A alta foi influenciada, principalmente, pelo aumento no grupo Alimentos e Bebidas, que subiu 3,38%. Segundo a publicação do IBGE, a elevação no preço das carnes foi o item que mais influenciou para a alta do grupo.

Outro grupo que influenciou o resultado foi o de Transportes, que subiu 1,54%. As elevações nos preços de gasolina e etanol tiveram papel fundamental para o crescimento da taxa.

Dos nove grupos que compõe o IPCA, sete registraram alta. Apenas Artigos de Residência e Comunicação apresentaram queda. 

Na análise das capitais no mês de dezembro, Belém teve o maior acréscimo, com elevação de 1,78%. O menor resultado foi observado em Rio Branco, com acréscimo de 0,60%.

Copiar o texto
Agronegócios
10/01/2020 10:38h

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho registrou aumento de 2,47% e é negociada a R$ 51,50

Baixar áudio

A saca de 60 quilos do café arábica começou a sexta-feira (10) com queda de 0,75% no preço e é vendida a R$ 498,57 na cidade de São Paulo. O café robusta apresentou crescimento de 0,43% no valor e a saca é comercializada a R$ 302,50 para retirada no Espírito Santo.

Créditos: ARB Mais

O açúcar cristal apresentou desvalorização de 1,10% e o produto é vendido a R$ 72,53 em São Paulo. Em Santos, no litoral paulista, o valor da saca de 50 quilos, sem impostos, diminuiu 1,28% e a mercadoria é comercializada a R$ 70,92.

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho registrou aumento de 2,47% e é negociada a R$ 51,50. Em Campinas, em São Paulo, o produto teve crescimento de 0,58% no valor e a saca é comercializada a R$ 50,11. Em Cascavel, no Paraná, o preço é R$ 44,50. Em Rondonópolis, no Mato Grosso, o produto é vendido a R$ 40. Em Barreiras, na Bahia, o preço à vista é R$ 48. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Copiar o texto
Agronegócios
10/01/2020 10:32h

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial não mudou e o produto é negociado a R$ 9,80

Baixar áudio

A cotação da arroba do boi gordo começou a sexta-feira (10) com aumento de 0,89% no preço e o produto é negociado a R$ 198,45 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 185. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 200.

Créditos: ARB Mais

O preço do quilo do frango congelado caiu 0,55% e o produto é vendido a R$ 5,47. O preço do frango resfriado diminuiu 0,55% e a mercadoria é comercializada a R$ 5,38.

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial não mudou e o produto é negociado a R$ 9,80. Em Minas Gerais, o suíno vivo é vendido a R$ 6,40. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 5,86. Os valores são do Canal Rural e Cepea

Copiar o texto
Política
09/01/2020 17:07h

Ação é desdobramento da Lava Jato, e investiga propinas pagas pela Odebrecht que chegam à R$ 1,5 milhão

Baixar áudio

A Polícia Federal prendeu o ex-senador Luiz Otávio Campos (MDB), em uma operação de investigação de pagamento de caixa 2 no Pará. A operação, batizada de “Fora da Caixa”, é um desdobramento da Operação Lava-Jato e investiga pagamentos ilegais para o candidato ao governo do Pará, Helder Barbalho. O pagamento teria sido feito durante as eleições de 2014 e a propina foi de R$ 1,5 milhão. A PF diz, no entanto, que o atual governador não é alvo das investigações.

Segundo a Polícia Federal, a construtora Odebrecht realizou três pagamentos, de R$ 500 mil cada, entre os meses de setembro a outubro de 2014. A investigação indica que o ex-senador mediou esses pagamentos.

Foram expedidos seis mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão temporária. A operação ocorreu simultaneamente em Belém, Palmas e em Brasília.

Os suspeitos serão investigados por falsidade ideológica eleitoral, o popular caixa dois, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Copiar o texto
Agronegócios
09/01/2020 10:19h

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho registrou aumento de 0,65% e é negociada a R$ 49,31

Baixar áudio

A saca de 60 quilos do café arábica começou a quinta-feira (9) com queda de 1,41% no preço e é vendida a R$ 502,34 na cidade de São Paulo. O café robusta apresentou crescimento de 0,21% no valor e a saca é comercializada a R$ 301,20 para retirada no Espírito Santo.

Créditos: ARB Mais

O açúcar cristal apresentou desvalorização de 0,70% e o produto é vendido a R$ 73,34 em São Paulo. Já em Santos, no litoral paulista, o valor da saca de 50 quilos, sem impostos, diminuiu 1,17% e a mercadoria é comercializada a R$ 71,84.

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho registrou aumento de 1,93% e é negociada a R$ 50,26. Em Campinas, em São Paulo, o produto teve crescimento de 2,32% no valor e a saca é comercializada a R$ 49,82. Em Cascavel, no Paraná, o preço é R$ 44. Em Rondonópolis, no Mato Grosso, o produto é vendido a R$ 40. Em Barreiras, na Bahia, o preço à vista é R$ 48. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Copiar o texto
Agronegócios
09/01/2020 10:11h

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial caiu 0,61% e o produto é negociado a R$ 9,80

Baixar áudio

A cotação da arroba do boi gordo começou a quinta-feira (9) com aumento de 0,05% no preço e o produto é negociado a R$ 196,70 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 180,50. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 200.

Créditos: ARB Mais

O preço do quilo do frango congelado subiu 0,92% e o produto é vendido a R$ 5,50. O preço do frango resfriado aumentou 0,56% e a mercadoria é comercializada a R$ 5,41.

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial caiu 0,61% e o produto é negociado a R$ 9,80. Em Minas Gerais, o suíno vivo é vendido a R$ 6,40. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 5,87. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Copiar o texto
Agronegócios
08/01/2020 10:32h

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho registrou aumento de 0,65% e é negociada a R$ 49,31

Baixar áudio

A saca de 60 quilos do café arábica começou a quarta-feira (8) com queda de 0,92% no preço e é vendida a R$ 509,50 na cidade de São Paulo. O café robusta apresentou redução de 0,57% no valor e a saca é comercializada a R$ 300,58 para retirada no Espírito Santo.

O açúcar cristal apresentou valorização de 0,20% e o produto é vendido a R$ 73,86 em São Paulo. Já em Santos, no litoral paulista, o valor da saca de 50 quilos, sem impostos, saltou 0,15% e a mercadoria é comercializada a R$ 72,69.

No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho registrou aumento de 0,65% e é negociada a R$ 49,31. Em Campinas, em São Paulo, o produto teve crescimento de 0,74% no valor e a saca é comercializada a R$ 48,69. Em Cascavel, no Paraná, o preço é R$ 44. Em Rondonópolis, no Mato Grosso, o produto é vendido a R$ 40. Em Barreiras, na Bahia, o preço à vista é R$ 48. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Créditos: ARB Mais

Copiar o texto
Agronegócios
08/01/2020 10:25h

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial caiu 1% e o produto é negociado a R$ 9,86

Baixar áudio

A cotação da arroba do boi gordo começou a quarta-feira (8) com aumento de 0,10% no preço e o produto é negociado a R$ 196,60 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 180,50. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 200.

O preço do quilo do frango congelado não sofreu alterações e o produto é vendido a R$ 5,45. O preço do frango resfriado se manteve e a mercadoria é comercializada a R$ 5,38.

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial caiu 1% e o produto é negociado a R$ 9,86. Em Minas Gerais, o suíno vivo é vendido a R$ 6,39. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 5,89. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Créditos: ARB Mais

Copiar o texto

Acesse nossos conteúdos de rádio