Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Foto: EBC

FORTALEZA (CE): Bombeiros seguem com resgate de vítimas soterradas em desabamento

O prefeito da cidade de Fortaleza (CE), Roberto Cláudio, manifestou apoio aos familiares e vítimas do desabamento e prometeu que a sociedade terá uma “resposta clara a respeito das responsabilidades de pessoas envolvidas no acidente”

Salvar imagemTexto para rádio

Um prédio residencial de sete andares, localizado no Bairro Dionísio Torres, em Fortaleza, desabou por volta de 10h30 da manhã desta terça-feira (15). Equipes de resgate e a Defesa Civil trabalham no local com a ajuda de cães farejadores e drones, para a localização de pessoas soterradas.
Uma pessoa morreu no desmoronamento e, até 15h30, nove foram regatadas nos escombros.

Ao todo, 11 ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o Samu, fazem o deslocamento de vítimas para o Instituto Doutor José Frota.

As buscas por mais sobreviventes continuam, segundo o tenente Dávio Barbosa, do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará.

“A gente suspeita que tem 20 pessoas, pelo número de pessoas desaparecidas que estão informando para a gente. O levantamento que se faz é de 20 pessoas com essas que foram resgatadas já”, disse.

Os bombeiros também contam com a ajuda de voluntários, que levam água e comida para os que trabalham no resgate.

O Sávio Matheus Ferreira de Castro Pinto, de 19 anos, trabalha em um pet shop localizado na mesma calçada do prédio desabado.

“Começou com um barulho pequeno. Achei que tinha sido algum acidente normal de carro ou alguma coisa assim. Só que a ‘zoada’ cresceu muito.  Muito, muito, muito alto, muito alto! Chegou até tremer aqui um pouquinho. Aí a primeira coisa que eu fiz foi fechar as portas tudinho, porque tinha muita poeira e não dava nem para enxergar. Chegou a cair pedra aqui no quintal da clínica. Desespero. Todo mundo correndo, gente idosa assustada.”

O prefeito de Fortaleza (CE), Roberto Cláudio, manifestou apoio aos familiares e vítimas do desabamento e prometeu que a sociedade terá uma “resposta clara a respeito das responsabilidades de pessoas envolvidas no acidente”.

Ruas do bairro foram isoladas para melhor passagem das equipes de resgate; e, segundo o Corpo de Bombeiros, ainda não há previsão para os trabalhos de salvamento terminar.
 

Fonte: <a href='https://www.brasil61.com/noticias/tragedia-no-ceara-corpo-de-bombeiros-segue-com-resgate-de-vitimas-soterradas-pran197895' target='_blank'>Brasil 61</a>

Continue Lendo





Receba nossos conteúdos em primeira mão.

Um prédio residencial de sete andares, localizado no Bairro Dionísio Torres, em Fortaleza, desabou por volta de 10h30 da manhã desta terça-feira (15). Equipes de resgate e a Defesa Civil trabalham no local com a ajuda de cães farejadores e drones, para a localização de pessoas soterradas.

Uma pessoa morreu no desmoronamento e, até 15h30, nove foram regatadas nos escombros.

Ao todo, 11 ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o Samu, fazem o deslocamento de vítimas para o Instituto Doutor José Frota.

As buscas por mais sobreviventes continuam, segundo o tenente Dávio Barbosa, do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará.
 

“A gente suspeita que tem 20 pessoas, pelo número de pessoas desaparecidas que estão informando para a gente. O levantamento que se faz é de 20 pessoas com essas que foram resgatadas já.”

Os bombeiros também contam com a ajuda de voluntários, que levam água e comida para os que trabalham no resgate.

O Sávio Matheus Ferreira de Castro Pinto, de 19 anos, trabalha em um pet shop localizado na mesma calçada do prédio desabado.
 

“Começou com um barulho pequeno. Achei que tinha sido algum acidente normal de carro ou alguma coisa assim. Só que a ‘zoada’ cresceu muito.  Muito, muito, muito alto, muito alto! Chegou até tremer aqui um pouquinho. Aí a primeira coisa que eu fiz foi fechar as portas tudinho, porque tinha muita poeira e não dava nem para enxergar. Chegou a cair pedra aqui no quintal da clínica. Desespero. Todo mundo correndo, gente idosa assustada.”

O prefeito de Fortaleza (CE), Roberto Cláudio, manifestou apoio aos familiares e vítimas do desabamento e prometeu que a sociedade terá uma “resposta clara a respeito das responsabilidades de pessoas envolvidas no acidente”.

Ruas do bairro foram isoladas para melhor passagem das equipes de resgate; e, segundo o Corpo de Bombeiros, ainda não há previsão para os trabalhos de salvamento terminar.

Reportagem, Cintia Moreira