Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Créditos; Vinnicius Silva- Cruzeiro

Rodriguinho marca e Cruzeiro vence em estreia na Liberta

Peixe aplica mais uma goleada e se classifica na Copa do Brasil

Salvar imagemTexto para rádio

Estreias e definição de vaga foram alguns dos ingredientes desta noite de quinta-feira (7) na rodada do futebol.

Pela Libertadores, o Cruzeiro fez sua primeira partida na competição fora de casa e voltou com três pontos na bagagem. A Raposa viajou até a Argentina para enfrentar o Huracán e fez um jogo digno do campeonato mais disputado da América do Sul. 

Com um campo pesado e sofrendo muita pressão do time da casa, a equipe mineira se segurou na defesa. Até que aos 29 minutos Robinho deu passe preciso para Rodriguinho marcar o gol do Cabuloso.

No segundo tempo, foi a vez do goleiro e ídolo da Raposa, Fábio, aparecer e fazer jus a sua história no clube. Ele evitou três boas chances da equipe argentina, que pressionou durante todo o segundo tempo em busca do empate. Final, Huracán zero, Cruzeiro um. O resultado dá à Raposa a liderança temporária do Grupo B.

E três jogos fecharam a segunda fase da Copa do Brasil. No Pacaembu, o Santos comandado pelo técnico Jorge Sampaoli aplicou mais uma goleada. A vítima da vez foi o América de Natal, que perdeu por quatro a zero para o Peixe. Derlís Gonzales, Jean Motta, Rodrygo e Felipe Aguilar fizeram os gols da classificação santista.

Em casa, o Avaí bateu o Brasil de Pelotas por dois a zero e também garantiu a permanência da equipe no torneio. De maneira heroica, o ABC de Natal também se classificou. Diante do Moto Club, o time potiguar chegou a estar perdendo por dois a zero no tempo normal, mas conseguiu um empate. Nos pênaltis, carimbou a passagem para a próxima fase.

 

Continue Lendo

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

Estreias e definição de vaga foram alguns dos ingredientes desta noite de quinta-feira (7) na rodada do futebol.

Pela Libertadores, o Cruzeiro fez sua primeira partida na competição fora de casa e voltou com três pontos na bagagem. A Raposa viajou até a Argentina para enfrentar o Huracán e fez um jogo digno do campeonato mais disputado da América do Sul. 

Com um campo pesado e sofrendo muita pressão do time da casa, a equipe mineira se segurou na defesa. Até que aos 29 minutos Robinho deu passe preciso para Rodriguinho marcar o gol do Cabuloso.

No segundo tempo, foi a vez do goleiro e ídolo da Raposa, Fábio, aparecer e fazer jus a sua história no clube. Ele evitou três boas chances da equipe argentina, que pressionou durante todo o segundo tempo em busca do empate. Final, Huracán zero, Cruzeiro um. O resultado dá à Raposa a liderança temporária do Grupo B.

E três jogos fecharam a segunda fase da Copa do Brasil. No Pacaembu, o Santos comandado pelo técnico Jorge Sampaoli aplicou mais uma goleada. A vítima da vez foi o América de Natal, que perdeu por quatro a zero para o Peixe. Derlís Gonzales, Jean Motta, Rodrygo e Felipe Aguilar fizeram os gols da classificação santista.

Em casa, o Avaí bateu o Brasil de Pelotas por dois a zero e também garantiu a permanência da equipe no torneio. De maneira heroica, o ABC de Natal também se classificou. Diante do Moto Club, o time potiguar chegou a estar perdendo por dois a zero no tempo normal, mas conseguiu um empate. Nos pênaltis, carimbou a passagem para a próxima fase.

Reportagem, Raphael Costa