Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

BUÍQUE (PE): 17 escolas participam da semana da Saúde na Escola com combate ao Aedes

Nas ruas do município, mais de 170 agentes estão combatendo o Aedes

 

Salvar imagem

REPÓRTER:17 escolas públicas de Buíque participam da Semana da Saúde na Escola com combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e Zika. Em todo o estado de Pernambuco, mais de 964 mil estudantes, em quatro mil 191 escolas  de 181 municípios, estão envolvidos. Os estudantes vão ter atividades com as equipes de saúde da Atenção Básica e com coordenadores da campanha de combate ao Aedes do município, com objetivo de aprender a identificar e exterminar possíveis criadouros do mosquito. Para o secretário de Educação Jesualdo Pereira, do Ministério da Educação, a mobilização nas escolas tem um grande potencial multiplicador e tem papel fundamental no enfrentamento às doenças causadas pelo mosquito.
 
SONORA: Jesualdo Pereira, secretário de Educação do MEC
 
“São mais de 60 milhões de estudantes que hoje freqüentam os níveis de ensino, que podem levar essa mensagem para a sua família, para os seus amigos, para o seu bairro, para a sua comunidade e com isso multiplicar, principalmente, as ações que devem ser realizadas para combater o mosquito.”
 
 REPÓRTER:  A Coordenadora do Programa Saúde na Escola, do Ministério da Saúde, Michele Lessa, explica que, as informações repassadas em sala de aula vão ser levadas pelos estudantes e toda a família vai poder também combater o Aedes, em casa.
 
SONORA: Michele Lessa, Coordenadora do Programa Saúde na Escola
 
“Sem dúvidas, os escolares têm um grande potencial em influenciar as famílias, em trabalhar a promoção da saúde junto às famílias. Então, este ano, estaremos trabalhando tanto a parte de mobilizar para a retirada de espaços de criação do Aedes das casas, quanto para a orientação mesmo, das crianças e dos seus familiares na prevenção do Aedes aegypti.”
 
REPÓRTER: Nas ruas de Buíque, mais de 170 agentes estão combatendo o Aedes. O Centro da cidade está sofrendo com infestação do mosquito. De acordo com o Ministério da Saúde, 70 por cento da população do Aedes aegypti nasce dentro de casa. Em todo país, mais de 188 mil escolas de Educação Básica, 63 universidades federais e 40 institutos Federais e de Educação Técnica estão mobilizados contra o Aedes, segundo o Ministério da Educação. Saiba mais na internet, no endereço combateaedes.saude.gov.br
 

 

Reportagem, Marquezan Araújo
Fonte: Brasil 61

Continue Lendo





Receba nossos conteúdos em primeira mão.