Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

COPA AMÉRICA: Sob vaias, Brasil fica só no empate com Venezuela

Apático, time de Tite chegou a balançar as redes duas vezes, mas VAR anulou os gols

Salvar imagemTexto para rádio

Clima de Copa no ar e rodada dupla de emoção nos jogos das seleções masculina e feminina de futebol.

Começando o giro de resultados desta terça-feira pela Copa América. O Brasil decepcionou e ficou só no empate com a Venezuela, na Arena Fonte Nova. Diante de quase 40 mil pessoas, a seleção brasileira sofreu com a zaga fechada dos venezuelanos e com o árbitro de vídeo. O recurso foi acionado duas vezes e anulou dois gols do Brasil, um de Gabriel Jesus e outro de Coutinho, e a partida terminou em zero a zero. Ao fim da partida, vaias à equipe comandada por Tite.

O Brasil ainda lidera o grupo A graças ao saldo de gols. Isso porque o Peru derrotou a Bolívia ontem por três a um. Destaque para a atuação de Guerrero, que além de fazer gol, deu assistência para Farfán. A vitória deixou os peruanos com quatro pontos, assim como o Brasil. 

E teve classificação no sufoco pela Copa do Mundo de Futebol Feminino. A equipe brasileira entrou em campo precisando da vitória para se garantir na próxima fase e conseguiu. Depois de muita pressão da Itália no primeiro e em boa parte do segundo tempo, Debinha sofreu pênalti aos 26 minutos. A rainha Marta cobrou e marcou. Um a zero Brasil, com marca histórica. O gol foi o 17º de Marta em Copas do Mundo, se tornando a maior artilheira da história da competição entre homens e mulheres, superando o alemão Klose.

Créditos: Assessoria CBF

Apesar da vitória, o Brasil terminou em terceiro lugar, pois a Austrália goleou a Jamaica por quatro a um e terminou a primeira fase em segundo lugar graças ao maior número de gols marcados. Agora, o Brasil aguarda o resto da rodada para saber se enfrenta a anfitriã França ou a Alemanha nas oitavas de final. 
A emoção não para nesta quarta. Pela Copa América, a Colômbia joga contra o Catar, no Morumbi. Uma vitória garante os colombianos na próxima fase. 

Mais tarde, a Argentina pega o Paraguai no Mineirão. Só a vitória interessa para os hermanos, já que perderam na estreia. A bola rola para argentinos e paraguaios a partir das nove e meia da noite, horário de Brasília.

Continue Lendo

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

Clima de Copa no ar e rodada dupla de emoção nos jogos das seleções masculina e feminina de futebol.

Começando o giro de resultados desta terça-feira pela Copa América. O Brasil decepcionou e ficou só no empate com a Venezuela, na Arena Fonte Nova. Diante de quase 40 mil pessoas, a seleção brasileira sofreu com a zaga fechada dos venezuelanos e com o árbitro de vídeo. O recurso foi acionado duas vezes e anulou dois gols do Brasil, um de Gabriel Jesus e outro de Coutinho, e a partida terminou em zero a zero. Ao fim da partida, vaias à equipe comandada por Tite.

O Brasil ainda lidera o grupo A graças ao saldo de gols. Isso porque o Peru derrotou a Bolívia ontem por três a um. Destaque para a atuação de Guerrero, que além de fazer gol, deu assistência para Farfán. A vitória deixou os peruanos com quatro pontos, assim como o Brasil. 

E teve classificação no sufoco pela Copa do Mundo de Futebol Feminino. A equipe brasileira entrou em campo precisando da vitória para se garantir na próxima fase e conseguiu. Depois de muita pressão da Itália no primeiro e em boa parte do segundo tempo, Debinha sofreu pênalti aos 26 minutos. A rainha Marta cobrou e marcou. Um a zero Brasil, com marca histórica. O gol foi o 17º de Marta em Copas do Mundo, se tornando a maior artilheira da história da competição entre homens e mulheres, superando o alemão Klose.

Apesar da vitória, o Brasil terminou em terceiro lugar, pois a Austrália goleou a Jamaica por quatro a um e terminou a primeira fase em segundo lugar graças ao maior número de gols marcados. Agora, o Brasil aguarda o resto da rodada para saber se enfrenta a anfitriã França ou a Alemanha nas oitavas de final. 
A emoção não para nesta quarta. Pela Copa América, a Colômbia joga contra o Catar, no Morumbi. Uma vitória garante os colombianos na próxima fase. 

Mais tarde, a Argentina pega o Paraguai no Mineirão. Só a vitória interessa para os hermanos, já que perderam na estreia. A bola rola para argentinos e paraguaios a partir das nove e meia da noite, horário de Brasília.

Reportagem, Raphael Costa