Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Fotos: Breno Esaki/Saúde-DF

MINUTO DA SAÚDE: Doação de leite materno pode ser feita durante todo o ano

A amamentação deve ser iniciada o mais cedo possível, de preferência na primeira hora de vida

Salvar imagemTexto para rádio

A amamentação deve ser iniciada o mais cedo possível, de preferência na primeira hora de vida. O leite materno possui importantes nutrientes que fortalecem a imunidade e protegem a criança de doenças comuns na infância, como diarreia, infecções e alergias, além de diabetes, hipertensão, colesterol alto e obesidade na vida adulta. Apesar disso, aproximadamente 330 mil crianças nascem prematuras no Brasil todos os anos e, muitas delas não têm a oportunidade de serem amamentadas por suas mães, necessitando da doação de leite materno proveniente dos Bancos de Leite Humano para  ajuda-las a sobreviver. Muitas mulheres que estão amamentando e podem doar seu leite, acabam não realizando por acreditar que existe um momento específico para isso. Para desmistificar essa ideia, a coordenadora de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde, Janini Selva Ginani, afirma que a mulher sempre pode doar, desde que esteja saudável. 

“Não existe uma época específica para realizar a doação de leite materno. Durante todo o ano precisamos de doação, pois os bebês prematuros nascem diariamente no país. Também não existe indicação de um horário específico para realizar a coleta do leite materno, o ideal é que seja um horário onde a mulher esteja menos sobrecarregada e possa realizar a coleta com tranquilidade.”

Toda mulher que amamenta é uma possível doadora de leite humano. Para doar, basta ser saudável e não tomar nenhum medicamento que interfira na amamentação. Então, se este for o seu caso, entre em contato com o Banco de Leite Humano ou Posto de Coleta de Leite Humano mais próximo de sua casa. Entre as suas responsabilidades, está o processamento e controle de qualidade do leite materno distribuído para as crianças prematuras e/ou de baixo peso internadas nas Unidades Neonatais.

“Doe leite materno. Nessa corrente pela vida, cada gota faz a diferença". Para mais informações, ligue 136 ou acesse o site saude.gov.br/doacaodeleite. 
 

Continue Lendo





Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: A amamentação deve ser iniciada o mais cedo possível, de preferência na primeira hora de vida. O leite materno possui importantes nutrientes que fortalecem a imunidade e protegem a criança de doenças comuns na infância, como diarreia, infecções e alergias, além de diabetes, hipertensão, colesterol alto e obesidade na vida adulta. Apesar disso, aproximadamente 330 mil crianças nascem prematuras no Brasil todos os anos e, muitas delas não têm a oportunidade de serem amamentadas por suas mães, necessitando da doação de leite materno proveniente dos Bancos de Leite Humano para  ajuda-las a sobreviver. Muitas mulheres que estão amamentando e podem doar seu leite, acabam não realizando por acreditar que existe um momento específico para isso. Para desmistificar essa ideia, a coordenadora de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde, Janini Selva Ginani, afirma que a mulher sempre pode doar, desde que esteja saudável. 

TEC./SONORA: Coordenadora de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde, Janini Selva Ginani.

“Não existe uma época específica para realizar a doação de leite materno. Durante todo o ano precisamos de doação, pois os bebês prematuros nascem diariamente no país. Também não existe indicação de um horário específico para realizar a coleta do leite materno, o ideal é que seja um horário onde a mulher esteja menos sobrecarregada e possa realizar a coleta com tranquilidade.”

LOC.: Toda mulher que amamenta é uma possível doadora de leite humano. Para doar, basta ser saudável e não tomar nenhum medicamento que interfira na amamentação. Então, se este for o seu caso, entre em contato com o Banco de Leite Humano ou Posto de Coleta de Leite Humano mais próximo de sua casa. Entre as suas responsabilidades, está o processamento e controle de qualidade do leite materno distribuído para as crianças prematuras e/ou de baixo peso internadas nas Unidades Neonatais.

“Doe leite materno. Nessa corrente pela vida, cada gota faz a diferença". Para mais informações, ligue 136 ou acesse o site saude.gov.br/doacaodeleite.