Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pela Agência do Rádio Mais só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pela Agência do Rádio Mais só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pela Agência do Rádio Mais só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

Declaro que li e aceito os Termos de Uso.
Foto: Câmara Municipal de Manaus

Governo federal pretende asfaltar BR-319

A rodovia liga Porto Velho a Manaus

Salvar imagemTexto para rádio

O governo federal pretende asfaltar a BR-319, que liga Porto Velho a Manaus. A informação foi divulgada pelo Twitter do presidente da República, Jair Bolsonaro, depois de ele ter recebido um vídeo que mostra as condições precárias da estrada.

O presidente acionou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e recebeu a informação de que, no primeiro trimestre de 2020, vai ser feita uma licitação para pavimentação dos primeiros 52 quilômetros da rodovia. Posteriormente, será feito o projeto de reforma dos outros 402 quilômetros.

Segundo Bolsonaro, em curto prazo, os atoleiros vão ser cobertos com brita para melhorar o tráfego na região, no período de chuvas.

 

Continue Lendo

Receba nossos conteúdos em primeira mão.

LOC.: O governo federal pretende asfaltar a BR-319, que liga Porto Velho a Manaus. A informação foi divulgada pelo Twitter do presidente da República, Jair Bolsonaro, depois de ele ter recebido um vídeo que mostra as condições precárias da estrada.

O presidente acionou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e recebeu a informação de que, no primeiro trimestre de 2020, vai ser feita uma licitação para pavimentação dos primeiros 52 quilômetros da rodovia. Posteriormente, será feito o projeto de reforma dos outros 402 quilômetros.

Segundo Bolsonaro, em curto prazo, os atoleiros vão ser cobertos com brita para melhorar o tráfego na região, no período de chuvas.

Reportagem, Cintia Moreira