Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Créditos: Alexandre Vidal/ Flamengo

Furacão e Inter eliminam os milionários Fla e Palmeiras na Copa do Brasil

Cruzeiro perde, mas se classifica enquanto Grêmio bate Bahia fora de casa e avança

Salvar imagemTexto para rádio

Muita emoção e nervos à flor da pele na noite desta quarta-feira (17), que definiu os quatro semifinalistas da Copa do Brasil. 
Começando pelo Athletico Paranaense, que calou o Maracanã lotado com mais de 70 mil torcedores, recorde de público no ano. O Furacão chegou para enfrentar o Flamengo após o empate em um a um no primeiro jogo. E o equilíbrio das equipes de vermelho e preto se manteve no duelo de volta. O Mengão começou a partida em ritmo alucinante, mas logo aos 13 viu Arrascaeta sair lesionado com dores na coxa. A baixa fez com que o ímpeto da equipe carioca diminuísse e a primeira etapa terminou sem gols.

O Fla voltou melhor do intervalo, e, aos 16 minutos, Gabigol abriu o placar após boa jogada de Vitinho e passe de Everton Ribeiro. O gol fez a nação ir junto com o time que ia em busca da segunda bola na rede, mas em um erro de marcação veio o castigo. Um contra-ataque fulminante do furacão terminou em gol de Rony. A partida terminou em um a um e a vaga foi definida nos pênaltis. Nas cobranças, decepção para os flamenguistas. Diego fez péssima cobrança no meio, Vitinho isolou e Éverton Ribeiro também desperdiçou. Apenas Cuellar marcou para o time carioca. O Furacão, por outro lado, só desperdiçou uma penalidade e garantiu vaga nas semifinais. 

Quem também passou nos pênaltis foi o Internacional. Na partida contra o Palmeiras, o Colorado jogou melhor e teve a vantagem nos primeiros 90 minutos iniciais. Patrick fez um gol no fim do primeiro tempo após a bola desviar em Luan, deixando Weverton sem chance de defesa. Antes do apito final, já na etapa complementar, D’Alessandro cobrou escanteio e Victor Cuesta marcou o que seria o gol da classificação no tempo normal. O árbitro foi verificar a validade no árbitro de vídeo, o que gerou reclamação do lado Colorado. Por excesso de reclamação, o argentino D’Alessandro recebeu o segundo amarelo e deixou o time gaúcho com um a menos. A partida acabou em um a zero, mesmo placar do jogo de ida e a disputa foi para os pênaltis. Gustavo Gómez e Moisés perderam suas cobranças e o Inter carimbou a vaga na próxima fase.

No clássico mineiro, quem avançou foi o Cruzeiro, mas com uma dose extra de sofrimento. A Raposa tinha uma boa vantagem, mas abdicou de jogar e sofreu demais. Isso porque Cazares no primeiro tempo, e Patrick no fim do segundo, marcaram dois golaços que deram a vitória para o Galo. No entanto, os três a zero da equipe celeste no jogo de ida garantiram a permanência do atual bicampeão na competição.

Com menos sofrimento, o Grêmio foi até a Arena Fonte Nova e conseguiu derrotar o Bahia por um a zero. Alisson marcou um golaço e carimbou a passagem do Tricolor Gaúcho.

Agora, estão definidas as semifinais. Em confronto de representante do Sul do país, o Grêmio joga contra o Athletico Paranaense, enquanto Cruzeiro e Internacional medem forças para saber quem chega à final. As datas e horários das partidas ainda não foram definidos pela CBF.

Fonte: <a href='https://www.brasil61.com/noticias/furacao-e-inter-eliminam-os-milionarios-fla-e-palmeiras-na-copa-do-brasil-pran197579' target='_blank'>Brasil 61</a>

Continue Lendo





Receba nossos conteúdos em primeira mão.

Muita emoção e nervos à flor da pele na noite desta quarta-feira (17), que definiu os quatro semifinalistas da Copa do Brasil. 
Começando pelo Athletico Paranaense, que calou o Maracanã lotado com mais de 70 mil torcedores, recorde de público no ano. O Furacão chegou para enfrentar o Flamengo após o empate em um a um no primeiro jogo. E o equilíbrio das equipes de vermelho e preto se manteve no duelo de volta. O Mengão começou a partida em ritmo alucinante, mas logo aos 13 viu Arrascaeta sair lesionado com dores na coxa. A baixa fez com que o ímpeto da equipe carioca diminuísse e a primeira etapa terminou sem gols.

O Fla voltou melhor do intervalo, e, aos 16 minutos, Gabigol abriu o placar após boa jogada de Vitinho e passe de Everton Ribeiro. O gol fez a nação ir junto com o time que ia em busca da segunda bola na rede, mas em um erro de marcação veio o castigo. Um contra-ataque fulminante do furacão terminou em gol de Rony. A partida terminou em um a um e a vaga foi definida nos pênaltis. Nas cobranças, decepção para os flamenguistas. Diego fez péssima cobrança no meio, Vitinho isolou e Éverton Ribeiro também desperdiçou. Apenas Cuellar marcou para o time carioca. O Furacão, por outro lado, só desperdiçou uma penalidade e garantiu vaga nas semifinais. 

Quem também passou nos pênaltis foi o Internacional. Na partida contra o Palmeiras, o Colorado jogou melhor e teve a vantagem nos primeiros 90 minutos iniciais. Patrick fez um gol no fim do primeiro tempo após a bola desviar em Luan, deixando Weverton sem chance de defesa. Antes do apito final, já na etapa complementar, D’Alessandro cobrou escanteio e Victor Cuesta marcou o que seria o gol da classificação no tempo normal. O árbitro foi verificar a validade no árbitro de vídeo, o que gerou reclamação do lado Colorado. Por excesso de reclamação, o argentino D’Alessandro recebeu o segundo amarelo e deixou o time gaúcho com um a menos. A partida acabou em um a zero, mesmo placar do jogo de ida e a disputa foi para os pênaltis. Gustavo Gómez e Moisés perderam suas cobranças e o Inter carimbou a vaga na próxima fase.

No clássico mineiro, quem avançou foi o Cruzeiro, mas com uma dose extra de sofrimento. A Raposa tinha uma boa vantagem, mas abdicou de jogar e sofreu demais. Isso porque Cazares no primeiro tempo, e Patrick no fim do segundo, marcaram dois golaços que deram a vitória para o Galo. No entanto, os três a zero da equipe celeste no jogo de ida garantiram a permanência do atual bicampeão na competição.

Com menos sofrimento, o Grêmio foi até a Arena Fonte Nova e conseguiu derrotar o Bahia por um a zero. Alisson marcou um golaço e carimbou a passagem do Tricolor Gaúcho.

Agora, estão definidas as semifinais. Em confronto de representante do Sul do país, o Grêmio joga contra o Athletico Paranaense, enquanto Cruzeiro e Internacional medem forças para saber quem chega à final. As datas e horários das partidas ainda não foram definidos pela CBF.

Reportagem, Raphael Costa