Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Créditos: Reprodução Facebook

Com gols no fim, River vence Furacão e leva Recopa

Palmeiras garante classificação na Copa do Brasil e Corinthians passa de fase na Sul-Americana

Salvar imagemTexto para rádio

Aquecendo os motores para o fim de semana, o que não faltou na noite de quinta-feira foi emoção. 

Só que nem tudo foi festa para os brasileiros. Pela finalíssima da Recopa, o River Plate contou com o apoio de sua torcida e reverteu o placar do jogo de ida diante do Athletico Paranaense, que tinha vantagem do empate. 

O River foi com tudo para cima da equipe brasileira. Aos 18 do segundo tempo, o juiz marcou pênalti com auxílio do árbitro de vídeo. Ignacio Fernandez bateu, Santos defendeu, mas no rebote Ignacio abriu a contagem.

O jogo caminhava para para a disputa nos pênaltis, até que aos 45 minutos da etapa final, Lucas Pratto recebeu ótimo lançamento e, na cara do goleiro, guardou o dele. Dois a zero River. No desespero, o Furacão foi para o abafa, e em uma saída de bola, Paulo André falhou na marcação, e Matías Suárez fechou a conta. Final, River Plate, campeão da Recopa, três, Athletico Paranaense zero. Essa é a terceira vez que o River ganha a Recopa sob o comando do técnico Marcello Gallardo. Esse também é o sexto título internacional que o time argentino conquista desde que o treinador assumiu a equipe em 2014. Tá bom ou quer mais?

A bola também rolou pela Copa do Brasil. Sem sustos, o Palmeiras venceu em casa o Sampaio Correia por dois a zero. O Verdão já tinha a vantagem da vitória por um a zero no jogo de ida, mas preferiu não se apegar a isso. Mayke e Zé Rafael marcaram e garantiram a classificação do líder do Brasileirão para as quartas de final.

Quem também não quis saber de vantagem e ganhou mais uma foi o Corinthians. Pela Sul-Americana, o Timão foi até a Venezuela e derrotou novamente o Deportivo Lara por dois a zero, avançando para as oitavas de final do torneio continental.
 

Fonte: Brasil 61

Continue Lendo





Receba nossos conteúdos em primeira mão.

Aquecendo os motores para o fim de semana, o que não faltou na noite de quinta-feira foi emoção. 

Só que nem tudo foi festa para os brasileiros. Pela finalíssima da Recopa, o River Plate contou com o apoio de sua torcida e reverteu o placar do jogo de ida diante do Athletico Paranaense, que tinha vantagem do empate. 

O River foi com tudo para cima da equipe brasileira. Aos 18 do segundo tempo, o juiz marcou pênalti com auxílio do árbitro de vídeo. Ignacio Fernandez bateu, Santos defendeu, mas no rebote Ignacio abriu a contagem.

O jogo caminhava para para a disputa nos pênaltis, até que aos 45 minutos da etapa final, Lucas Pratto recebeu ótimo lançamento e, na cara do goleiro, guardou o dele. Dois a zero River. No desespero, o Furacão foi para o abafa, e em uma saída de bola, Paulo André falhou na marcação, e Matías Suárez fechou a conta. Final, River Plate, campeão da Recopa, três, Athletico Paranaense zero. Essa é a terceira vez que o River ganha a Recopa sob o comando do técnico Marcello Gallardo. Esse também é o sexto título internacional que o time argentino conquista desde que o treinador assumiu a equipe em 2014. Tá bom ou quer mais?

A bola também rolou pela Copa do Brasil. Sem sustos, o Palmeiras venceu em casa o Sampaio Correia por dois a zero. O Verdão já tinha a vantagem da vitória por um a zero no jogo de ida, mas preferiu não se apegar a isso. Mayke e Zé Rafael marcaram e garantiram a classificação do líder do Brasileirão para as quartas de final.

Quem também não quis saber de vantagem e ganhou mais uma foi o Corinthians. Pela Sul-Americana, o Timão foi até a Venezuela e derrotou novamente o Deportivo Lara por dois a zero, avançando para as oitavas de final do torneio continental.

Reportagem, Raphael Costa