Cadastro de mídia

TERMO DE USO E PARCERIA

TERMO DE USO E PARCERIA

Regras de Uso

1º - A utilização gratuita e livre dos materiais produzidos pelo Brasil 61 só será permitida depois que este termo de parceria for aceito pelo usuário, prevendo as seguintes regras:

a) A utilização do material - na íntegra, ou em partes - só será permitida desde que as informações não sejam distorcidas, manipuladas ou alteradas.

b) Não é necessário a identificação do Brasil 61 na hora da replicação do conteúdo. Mas toda e qualquer veiculação de áudios produzidos pelo Brasil 61 prevê o cadastro no site, com a disponibilização de dados que serão utilizados para a organização do mailing desta empresa,

2º - OBRIGAÇÕES DO BRASIL 61

a) O Brasil 61 se compromete, a partir deste termo de uso, a produzir conteúdo particularizado diariamente, trazendo informações de dia-a-dia e bastidores do Planalto Central, além de outras temáticas de relevância do noticiário nacional. 

b) O acesso ao conteúdo jornalístico (na versão de leitura) é livre e gratuito, podendo ser replicado por qualquer usuário que acesse o site. O download do áudio para que seja utilizado na programação das rádios requer que o radialista realize o login no site da Agência do Rádio - informando e-mail e senha cadastrados. 

3º - OBRIGAÇÕES DOS COMUNICADORES PARCEIROS

Não alterar o sentido dos materiais, ou distorcer fala de entrevistados ou mudar a conotação das mensagens dos materiais. 

ADENDOS IMPORTANTES SOBRE A PARCERIA

a) O Brasil 61 poderá distribuir conteúdo patrocinado com ou sem assinatura dos clientes patrocinadores do boletim e sem aviso prévio ao comunicador. 

b) As rádios parceiras não vão ter participação financeira sobre o faturamento do Brasil 61.

c) Os comunicadores podem patrocinar os conteúdos do Brasil 61, desde que não alterem o sentido e a conotação dos conteúdos oferecidos. Nesses casos, o Brasil 61 Mais não terá participação nos lucros conquistados pelos veículos parceiros. 

Ao clicar em ACEITO, a emissora aqui cadastrada afirma concordar e estar ciente de todas as condições apresentadas neste Termo de Utilização de Conteúdo.

Bolsonaro saiu de Brasília às 7h50 desta quarta, com o avião presidencial e pousou às 9h09 no Aeroporto de Congonhas, zona sul de São Paulo/ Foto: reprodução EBC

Bolsonaro passa por nova avaliação médica no Hospital Albert Einstein

É a primeira vez que ele volta ao centro médico, após ficar 17 dias internado devido à cirurgia que fez no abdômen

Salvar imagemTexto para rádio

Por Pedro Marra

O presidente Jair Bolsonaro viajou a São Paulo nesta quarta-feira (27) para receber nova avaliação médica no Hospital Israelita Albert Einstein, no bairro do Morumbi, zona Sul da cidade. É a primeira vez que ele volta ao centro médico, após ficar 17 dias internado devido à cirurgia que fez no abdômen.

Bolsonaro precisou passar pelos procedimentos porque levou uma facada em setembro do ano passado, durante ato de campanha, em Juiz de Fora (MG). No dia 28 de janeiro, os médicos retiraram a bolsa de colostomia utilizada pelo presidente e fizeram a ligação do intestino delgado ao intestino grosso.

O presidente saiu de Brasília às 7h50 desta quarta, com o avião presidencial e pousou às 9h09 no Aeroporto de Congonhas, zona sul de São Paulo. Acompanhado por seguranças, Bolsonaro seguiu em direção ao hospital, onde chegou às 9h50. O exame estava previsto para ocorrer às 10h.

Há duas semanas, enquanto esteve internado, Bolsonaro chegou a despachar de dentro do hospital, em uma espécie de gabinete adaptada pelo centro médico. Na época, o presidente chegou a ser diagnosticado com pneumonia.

No entanto, Bolsonaro recebeu alta com o boletim médico apontando que o quadro pulmonar dele estava normalizado e que estava “sem dor, afebril, com função intestinal restabelecida e dieta leve por via oral".

Fonte: Brasil 61

Continue Lendo





Receba nossos conteúdos em primeira mão.

O presidente Jair Bolsonaro viajou a São Paulo nesta quarta-feira (27) para receber nova avaliação médica no Hospital Israelita Albert Einstein, no bairro do Morumbi, zona Sul da cidade. É a primeira vez que ele volta ao centro médico, após ficar 17 dias internado devido à cirurgia que fez no abdômen.

Bolsonaro precisou passar pelos procedimentos porque levou uma facada em setembro do ano passado, durante ato de campanha, em Juiz de Fora (MG). No dia 28 de janeiro, os médicos retiraram a bolsa de colostomia utilizada pelo presidente e fizeram a ligação do intestino delgado ao intestino grosso.

O presidente saiu de Brasília às 7h50 desta quarta, com o avião presidencial e pousou às 9h09 no Aeroporto de Congonhas, zona sul de São Paulo. Acompanhado por seguranças, Bolsonaro seguiu em direção ao hospital, onde chegou às 9h50. O exame estava previsto para ocorrer às 10h.

Há duas semanas, enquanto esteve internado, Bolsonaro chegou a despachar de dentro do hospital, em uma espécie de gabinete adaptada pelo centro médico. Na época, o presidente chegou a ser diagnosticado com pneumonia.

No entanto, Bolsonaro recebeu alta com o boletim médico apontando que o quadro pulmonar dele estava normalizado e que estava “sem dor, afebril, com função intestinal restabelecida e dieta leve por via oral".

Reportagem, Pedro Marra